Imprimir

Magno Malta direto da Terra Santa fala da blasfêmia de comparar Lula com Jesus, o nosso Salvador.

Recém-chegado em Israel, nesta madrugada de sábado, mas conectado com o mundo, senador Magno Malta ficou indignado com a blasfêmia produzida pela militância petista, no Brasil, em praça pública, uma cruz com a imagem de Jesus, nosso Salvador, ao lado do ex-presidente Lula, que tem péssimos hábitos, saqueou o Brasil e que viralizou nas redes sociais. É hilário, porém muito triste. Profundo conhecedor da história de fé e sangue da Terra Santa, Magno gravou um vídeo para mostrar o verdadeiro lugar do condenado Lula.

Imprimir

A importância das comunidades terapêuticas

Senador Magno Malta recebeu nesta quarta-feira, no gabinete, em Brasília, o presidente da Confederação Nacional das Comunidades Terapêuticas, Egon Schlüter e o deputado federal Eros Biondin, que também desenvolve trabalho social e religioso em todo o país. Egon é a referência da presença do terceiro setor na vida da nação com atividades de recuperação de usuários de drogas. A visita tem aspecto abrangente ao tratar de uma pauta importante e também trazer apoio ao senador na luta contra a legalização da maconha no Brasil.⁠⁠⁠⁠

Imprimir

Indicados integrantes para a CPI dos maus-tratos às crianças e Magno Malta quer investigação rigorosa

O presidente do Senado, Eunício Oliveira, leu nesta terça-feira,  os senadores indicados pelos blocos partidários para integrar a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos maus-tratos às crianças, cuja criação foi requerida pelo senador Magno Malta . A partir de agora, a CPI já pode ser instalada. “Vamos apurar fundo todo tipo de crime e abuso contra crianças e adolescentes” prometeu Magno

Os membros titulares da CPI são os senadores Magno Malta,  Paulo Rocha (PT-PA), Eduardo Amorim (PSDB-SE), Lídice da Mata (PSB-BA) e Ana Amélia (PP-RS) Os suplentes são Humberto Costa (PT-PE), Flexa Ribeiro (PSDB-PA), José Medeiros (PSD-MT) e Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM). Ainda faltam dois titulares e um suplente a serem indicados. 

Imprimir

Magno Malta participa da 10° edição da Marcha pela Vida contra legalização do Aborto e das Drogas

O objetivo, segundo o senador Magno Malta, é chamar a atenção da população e do Supremo Tribunal Federal, onde tramitam ações a favor da legalização do aborto e da maconha. “O Brasil é majoritariamente cristão e não podemos permitir que meia dúzia de homens possam tomar decisão tão importante que vai refletir diretamente nas famílias brasileiras” disse Magno para uma grande multidão que tomou a Esplanada, em Brasília, nesta tarde de terça-feira.

O Grande Ato da Marcha é contra a Ação de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) 442, que propõe a descriminalização da prática em qualquer circunstância, desde que a gestação não ultrapasse a 12ª semana. O grupo também é contrário a Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 5581 que pede a legalização do aborto nos casos em que a gestante for diagnosticada com zika. “Aborto é crime, seja como for, alertou Magno Malta.