Imprimir

Anvisa autoriza uso de canabidiol

Ainda é vedada a prescrição de cannabis in natura, assim como de quaisquer outros derivados da maconha que não sejam o canabidiolSubstância extraída da maconha, que antes era proibida, poderá ser usada no auxílio a alguns tratamentos

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) decidiu por unanimidade, na manhã de ontem, reclassificar o canabidiol como medicamento de uso controlado. Até então, a substância extraída da maconha era considerada proibida. A determinação foi dada em Brasília, durante reunião da diretoria colegiada.

Conforme ressaltado pelos diretores da Anvisa, não há relatos de dependência relacionada ao canabidiol. Além disso, existem registros na literatura científica do uso da substância no auxílio ao tratamento de enfermidades, como a epilepsia grave.

Imprimir

Pedofilia e venda de drogas ilegais lideram acessos na Deep Web, segundo levantamento

O tráfego a serviços ocultos na Tor representam cerca de 1,5% de todos os dados processados pela rede em um dia (Foto: Reprodução/TG Daily).

A maior parte do tráfico da rede Tor – serviço que permite a navegação anônima no chamado “lado negro” da internet – está relacionado a sites com imagens de abuso sexual infantil, indica um estudo recém-lançado.

O levantamento, feito ao longo de seis meses, tentou catalogar os serviços escondidos e os mais populares dessa rede. Muitos são também relacionados à venda de drogas ilegais.

Imprimir

Magno Malta: “Aécio não perdeu as eleições, recebeu um livramento!” O vídeo do ano na internet

O jornalista da Revista VEJA, blogueiro político conceituado, Felipe Moura Brasil, elegeu os 10 vídeos mais visualizados nas redes sociais em 2014. Em primeiro lugar, o destaque foi o senador Magno Malta, em pronunciamento no plenário, quando em tom firme, alertou o Brasil. “Quem vai ter que pagar essa conta é quem fez strip-tease moral em praça pública e destruiu a economia desse país!”

Somando entre os compartilhamentos, comentários, repostas, curtidas e visualizações nas páginas oficias do senador nas redes sociais, no You Tube, na própria fanpage da VEJA e em diversos outros sites que reproduziram espontaneamente o pronunciamento do senador Magno Malta ultrapassou  mais de 20 milhões de visitas. “Realmente fiz um aparte ao senador Aécio Neves, após a derrota nas urnas, e fui feliz, pois falei a verdade que o povo tanto queria ouvir. Fico feliz por mais este fato positivo de reconhecimento do brasileiro no final deste ano”, agradeceu Magno Malta.

Imprimir

Ranking do Progresso: Magno e Lauriete lideram em desempenho e números no Congresso Nacional

A revista VEJA publica pelo quarto ano o seu Ranking do Progresso, uma avaliação objetiva do desempenho dos senadores e deputados que, sim, no conjunto, tratam o país com seriedade. “Não participei diretamente deste ano eleitoral e Lauriete, por livre e espontânea vontade, deixa a vida pública, mas focamos nas nossas bandeiras em favor da vida, da justiça social e em defesa da família brasileira. Fechamos este ciclo com chave de outro, reconhecidos pela imprensa especializada nacional, entre os melhores parlamentares de 2014 e os mais bem pontuados da bancada capixaba. Deus é Fiel”, resumiu Magno Malta (PR/ES), neste domingo, em sua residência, em Vila Velha, ao lado da esposa, após inúmeros cumprimentos.
 
Senador Magno Malta e sua esposa, Lauriete Rodrigues (PSC/ES), segundo levantamento da revista Veja e publicada este final de semana em todo o País, foram apontados com os melhores índices entre os parlamentares da Câmara dos Deputados e do Senado Federal, segundo a metodologia adotada pela equipe de jornalistas especializados. O Desempenho público é medido por participações em comissões, votações em projetos de lei que mudam comportamento e destaque na mídia espontânea. Magno e Lauriete foram reconhecidos com louvor pelos números da realidade. Eles têm bandeiras e lutam por elas. Trata-se de uma avaliação objetiva do desempenho dos parlamentares que tratam o país com seriedade. Magno e Lauriete foram os com maior pontuação da bancada capixaba.