Imprimir

Maconha e teatro de absurdo

Desde que foram instaladas as audiências públicas para discutir a legalização da maconha, em junho deste ano, a Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa do Senado Federal parecia não encontrar muita resistência, principalmente quanto à aprovação do uso medicinal da erva no país. Afinal, as histórias de pacientes necessitados de remédios fabricados no exterior à base da substância proibida comoveram muita gente.

Mesmo que os defensores da proibição alegassem que a Anvisa poderia resolver a questão com uma simples assinatura de importação a cada caso que surgisse, sem dar tréguas à possibilidade de uso indiscriminado, as sessões da Comissão seguiram mornas e previsíveis.  

Imprimir

Magno Malta quer mais apoio para atletas que buscam vida saudável no esporte

Senador Magno Malta (PR/ES) começou a semana, trocando o terno usual e o protocolo do Congresso Nacional, pelo calção, luvas e pegadas de boxe e jiu jitsu, na conceituada academia Vitória Combat, em Vila Velha, Espírito Santo. “Já passei de meio século de vida, mas com a prática do esporte de alto rendimento, sinto-me emocionalmente 30 anos mais jovem. Estou dando exemplo para provar que a vida saudável está ao alcance de todos, mas os atletas precisam de mais apoio”, disse Magno após um treinão de mais de duas horas.
 
Para o senador, “o esporte é considerado uma prática fundamental para a qualidade de vida das pessoas. Todos precisam de um pouco de atividade. O esporte se tornou um dos grandes modelos de entretenimento na sociedade. É quase impossível encontrar um país que não está associado a um determinado esporte como o futebol com o Brasil, o MMA nos EUA ou o judô no Japão. Mas no Brasil falta apoio para motivar jovens atletas, a maioria paga para representar o País nas importantes competições de diversas modalidades”, denunciou Magno.

Imprimir

Nova frente parlamentar vai ampliar debate sobre maconha, diz Magno Malta

O senador Magno Malta (PR-ES) garantiu que vai criar a frente parlamentar mista contra a legalização das drogas.

A ideia, segundo ele, é aprofundar o debate que está ocorrendo nas audiências públicas para discutir os usos recreativo e medicinal da maconha.

Para o senador, a legalização das drogas não é a saída para combater a violência decorrente do tráfico. segundo ele, exemplo disso é a Holanda que, afirmou o parlamentar, "experimentou o aumento da violência depois que legalizou o uso da maconha".

Imprimir

Magno Malta homenageado em Corumbá pela luta em defesa da família brasileira

O autor da homenagem, vereador João Lucas Martins, da Câmara Municipal de Corumbá, Mato Grosso do Sul, destacou as bandeiras do senador Magno Malta (PR/ES) no enfrentamento constante a pedofilia, no firme posicionamento contra a legalização das drogas e demais ações em favor da família como instituição cristã. “É mais uma homenagem que recebo honrado e feliz pelo reconhecimento”, agradeceu Magno.

Em Mato Grosso do Sul, senador Magno Malta tem  grande base de apoiadores. Assim, a Câmara Municipal de Corumbá, por unanimidade, concedeu-lhe a Moção de Congratulação, como  gratidão pelas lutas em prol dos valores ético e morais.