Imprimir

Magno Malta quer provas testemunhais para comprovar motoristas alcoolizados

Projeto de Lei de autoria do senador Magno Malta (PR/ES) que tramita no Congresso Nacional fará com que provas testemunhais e documentais sejam aceitas para comprovar que o condutor de veículo estava sob efeito de álcool, ao invés de utilizar o teste do bafômetro, com o objetivo de punir devidamente o condutor alcoolizado.
 
Com aceitação de 84% da população brasileira, segundo pesquisa realizada este mês, o projeto de lei do senador Magno Malta vai considerar como infração gravíssima, aquela que consiste em conduzir o veículo automotor em via pública, estando o condutor sob influência de álcool ou qualquer outra substância psicoativa. A penalidade prevista para esta infração será de multa (cinco vezes) e a suspensão do direito de dirigir pelo período de 12 meses, sem prejuízo da aplicação de outras sanções penais e cíveis cabíveis. “Até senador, militares e outros não quiseram fazer o teste do bafômetro, mas agora, basta uma filmagem ou testemunhas para indiciar qualquer motorista alcoolizado”, detalhou Malta.

Imprimir

78% dos Brasileiros apoiam projeto de Magno Malta que divulga artes marciais para combater às drogas

PL -183\210 proposto pelo senador Magno Malta (PR/ES) determinará que as emissoras públicas de rádio e TV veiculem programas e eventos de artes marciais como instrumento de combate às drogas. “O esporte é um eficiente recurso, inclusive com indicação médica, para curar várias doenças de cunho emocional e melhorar as condições físicas proporcionando bem-estar e qualidade de vida”, revela Magno Malta, praticante de várias modalidades esportivas.

A pesquisa foi realizada pelo site Votenaweb, que é uma forma de interação cívica partidária que apresenta forma simples e resumida dos projetos de lei em tramitação no Congresso Nacional. Qualquer cidadão pode votar contra ou a favor e dar a sua opinião que será apresentado ao parlamento. O objetivo é aumentar a politização sobre o trabalho dos políticos e criar um ambiente ao diálogo entre paramentar e a população.

Imprimir

Números eloquentes

Os números são eloquentes, mas o governo PT, assim como muitos candidatos petistas, insistem em fingir de surdo. O governo sabe, mas finge não perceber o óbvio: que a maioria dos brasileiros é contrária ao aborto, contrária ao “casamento” homossexual e contrária à legalização da maconha. É o que constatou recente pesquisa realizada pelo Instituto Ibope e divulgada no dia 4 último.

Só lamento que as cifras relativas às pessoas contrárias a práticas tão antinaturais — práticas tão opostas às Leis de Deus — não sejam ainda mais elevadas, mas, em qualquer caso, a maior parte é contra. Ufa!

Imprimir

Magno Malta no grande expediente do Senado faz retrospecto e defende os direitos da família

“Quem ergueu Lula foi Deus, mas o homem tem o livre arbítrio e faz suas lambanças. Deus deu ao PT a oportunidade de governar este País, mas agora, acha que é maior que o próprio Deus e interfere na criação dos filhos, aprova o aborto, liberação das drogas e quer afrontar a sociedade protegendo assassinos, estupradores e traficantes não reduzindo a maioridade penal.”, disse o senador Magno Malta (PR/ES) em pronunciamento marcado pelas críticas a ditadura do atual governo Dilma, que pretende continuar no poder com a mente voltada para destruir o valor da família.

Aproveitando o momento das eleições gerais no Brasil, senador Magno Malta usou a tribuna do Congresso Nacional para esquentar mais ainda o pleito e denunciou a manobra apavorada do Partido dos Trabalhadores para desqualificar a candidata Marina Silva, que cresce e também o pastor Everaldo que tem conquistado o segmento religioso. “O pastor Everaldo, meu candidato, tem conhecimento e sabe que o maior tesouro da nação é a família, a grande criação de Deus”, alertou Magno Malta.