Imprimir

Magno Malta prevê 63 votos favoráveis ao impeachment de Dilma na batalha final

O Senado começa hoje, quinta-feira, o julgamento final do processo de impeachment de Dilma Rousseff. Nos primeiros dias, os senadores irão ouvir o depoimento de testemunhas. O Supremo Tribunal Federal espera encerrar esta etapa amanhã, mas os trabalhos podem se estender pelo próximo fim de semana. O fato mais esperado é o depoimento de Dilma na segunda-feira. “Vou perguntar sobre todas as promessas de campanha para saber as verdades e mentiras”, prometeu Malta.

Na semana passada, o colegiado de líderes e a presidência do Senado Federal decidiram em reunião, no Salão Nobre, que o julgamento não deverá interromper o rito e ouvir todas testemunhas, mesmo se for preciso passar o sábado e domingo no plenário. Senador Magno Malta contestou a retirada do direito de tréplica, ou seja, o senador pergunta, Dilma responde e não tem mais direito de questionamento. “É uma censura, mas em caso de ofensa, pode até cortar o microfone que eu grito”, re forçou Magno Malta,

Imprimir

Magno Malta gostou de saber que Dilma vai ao Senado esclarecer as verdades e mentiras

Um dos mais ativos membros da comissão do impeachment, senador Magno Malta vai questionar a presidente afastada Dilma Rousseff durante seu julgamento no plenário do Senado. "Quero apurar os fatos. Ela: mentiu ou não mentiu? Aí eu quero ver." A assessoria da presidente confirmou ontem que ela irá à sessão para fazer pessoalmente sua defesa e não se negará a responder aos questionamentos dos senadores.
 
Durante reunião do colegiado de líderes, presidente Renato Calheiro e o presidente do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski, no Salão Nobre do Senado, ficou decidido o julgamento final do impeachment. “Devemos acelerar o processo para acabar logo com esta agonia e o novo governo focar na estabilidade emocional, jurídica, política para resgatar o desenvolvimento da nação, que recebeu uma herança caótica”, disse Magno na reunião.

Imprimir

Magno Malta elogia atletas e abertura dos Jogos Olímpicos

Senador Magno Malta elogiou nesta segunda-feira (8), em plenário, a abertura dos Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro e disse que a vaia dada ao presidente interino Michel Temer foi inexpressiva diante da grandeza do espetáculo e de outras vaias já tomadas por outros presidentes da República. “O destaque da festa foi a genialidade dos brasileiros, que em paz, mesmo em um momento difícil, surpreendeu o mundo com a magia da alegria”, disse Magno

Durante a abertura dos Jogos, Magno gravou um vídeo, que obteve quase dois milhões de visualizações. “Nada, nem o aos que vive o Brasil, tira a a harmonia do esporte e a união dos atletas e povos de todos o mundo. Mais de 200 nações começando uma batalha do bem, uma disputa honesta e que prevalece a integração das diversas raças”, afirmou Malta

Magno também postou uma singela homenagem a judoca Rafaela Silva, que consagrada luta que rendeu uma medalha de outro. É motivo de honra para todos brasileiros, quando uma pessoa vem de berço simples, vence as adversidades e conquista a maior Glória do Esporte. Parabéns Rafaela”, destacou Magno.

Imprimir

Mais do que uma homenagem, uma prova de amizade com Magno Malta

Em reconhecimento ao seu valoroso apoio e defesa da recompensação salarial dos servidores do Judiciário Federal, quando da votação do PLC 28 e do movimento nacional pela derrubada do veto 26\15, senador Magno Malta foi honrado nesta sexta-feira, pelo Diploma de Amigo Parlamentar. “Poderia ser mais uma homenagem formam, porém, está classe lutou e criou um vínculo com nosso gabinete que transpareceu, brilhou forte no coração de toda equipe.